dcsimg De olho nas tendências e mudanças do mercado - Bayer Vet | Bayer
Você está em: Skip Navigation Links Home > Gestão de Carreiras >

De olho nas tendências e mudanças do mercado

De olho nas tendências e mudanças do mercado     Entre o final da década de 80 e início da década de 90, ainda existia um certo preconceito com relação à Psiquiatria. O psiquiatra era popularmente conhecido como o "médico de maluco". Porém, mudanças na sociedade e no estilo de vida das pessoas, pouco a pouco, acabaram por gerar um reposicionamento deste profissional. Registrava-se, já naquela época, um crescimento de doenças psiquiátricas, em geral ligadas ao estresse excessivo e à ansiedade.
    Um psiquiatra do Rio de Janeiro, contudo, percebeu que outro tipo de paciente era cada vez mais comum em seu consultório: o dependente químico. Em 1993, ao contabilizar o número de pacientes por tipo de patologia, ele identificou que 45% dos seus casos eram de dependentes químicos. Este psiquiatra logo percebeu também que o número de profissionais especializados neste tipo de atendimento era bastante reduzido e vislumbrou aí uma oportunidade.
    Imediatamente, ele buscou uma especialização. Foi para os Estados Unidos estudar e, voltando ao Brasil, focou suas atividades em torno da dependência química. Publicou artigos sobre o tema, realizou cursos e palestras, prestou consultoria a empresas, aumentando assim o grau de credibilidade e a divulgação do seu trabalho. Em pouco tempo, o psiquiatra tornou-se referência no atendimento a este tipo de paciente, que requer cuidados bastante específicos.
 Em 1996, o psiquiatra inaugurou o seu centro de recuperação, de início com 23 pacientes. Seu objetivo era tornar-se empresário da área, concentrando suas atividades na direção da clínica e na coordenação de tratamento. Possuía uma frase que repetia com frequência: "É mais fácil navegar com o vento a favor ". Tal frase era utilizada como uma justificativa para a incessante busca por informações sobre o seu ramo de atuação e sobre o mercado.
    No ano seguinte, percebeu o movimento que obrigaria os convênios privados a cobrirem tratamento de saúde para portadores de transtornos mentais, intoxicação e síndrome de abstinência. Mais uma vez, o profissional se antecipou às mudanças e adequou sua clínica às novas exigências e demandas. O número de pacientes internados no ano 2000 era de 55 (aumento de 139% em quatro anos), sendo 32 conveniados e 22 particulares.
    Qual seria o segredo deste psiquiatra para identificar com tanta clareza as oportunidades e as ameaças ao seu campo de atuação? Como ele pôde visualizar esta futura demanda? A resposta é simples: porque ele estava atento ao ambiente. Quando percebeu que quase metade dos seus pacientes era composta por dependentes químicos e que o número de profissionais com qualificação para atender a este público específico era bem pequeno, o psiquiatra buscou uma especialização e imediatamente focou seus esforços e ações. Em pouco tempo, seu trabalho tornou-se referência e sua clínica, uma instituição respeitada.
    Uma das bases para o marketing médico é a análise constante do ambiente a nossa volta. A partir de informações qualificadas e uma percepção atenciosa, temos condições de identificar movimentos que, no futuro próximo, influenciarão nossa carreira. Quem tem sensibilidade para perceber estas nuances e se antecipar em geral tem melhores condições para adequar seu serviço e prosperar
As opiniões emitidas nesta publicação são de seus atores e não refletem necessariamente as opiniões e recomendações da Bayer.
< Voltar ao índice

Última Atualização: 2016

Bookmark this page

Copyright © Bayer AG

Este site é exclusivo para Profissionais de saúde