dcsimg Seresto
Você está em: Skip Navigation Links

Benefícios

Pesquisas mostram que, em média, 77% dos proprietários que utilizam spot-on tratam os seus animais de estimação apenas 3 meses por ano1

As principais razões para a baixa frequência são:

  • Muitos spot-ons requerem aplicações a cada 4 semana
  • Existe o hábito de prolongar o uso além das 4 semanas indicadas
  • Muitas vezes, a proteção é realizada apenas durante as estações de alta infestação de pulgas e carrapatos
  • Vários proprietários só fazem o tratamento quando o animal está infestado

As baixas taxas de uso e as falhas na reaplicação dos produtos colocam os animais em risco de adquirirem Doenças Transmitidas por Vetores (VBD)

A eficácia de longa duração desejada pelo consumidor não é atendida atualmente. Pesquisas demonstram que existe um grande interesse em produtos de longa duração2

Seresto®, um avanço na proteção contra pulgas*, carrapatos, piolhos e na redução do risco das doenças transmitidas por vetores, inclusive a Leishmaniose

  • Até 8 meses de proteção contínua contra pulgas, carrapatos e piolhos* para cães e gatos
  • Sem necessidade de aplicações mensais
  • Auxilia no controle das larvas de pulgas presentes no ambiente
  • Polímero exclusivo que permite uma liberação controlada dos ativos
    em baixas doses
  • Reduz o risco de infecção pelos patógenos que causam as doenças
    transmitidas por vetores
    , incluindo a leishmaniose
  • É indicada contra a dermatite alérgica à picada de pulga (DAPP)

* piolhos: indicação apenas para cães

Mais Conveniência

Com Seresto®, seu cão fica protegido por até 8 meses, sem necessidade
de aplicações mensais.

  • Seresto® P
  • (38 cm)
    para cães
    de até 8 kg.
  • Seresto® G
  • (70 cm)
    para cães
    com mais de 8 kg.

Tecnologia

A tecnologia inovadora coloca Seresto® em uma nova classe de coleiras para cães e gatos

A matriz3 exclusiva de polímeros da Seresto® permite uma liberação controlada de duas substâncias ativas comprovadas:

  • Imidacloprida (10%) Eficácia comprovada contra
    pulgas adultas, larvas
    de pulgas e piolhos
  • Flumetrina (4,5%) Eficácia comprovada contra
    carrapatos adultos, larvas e ninfas
Sinergismo da associação (Imidacloprida + Flumetrina) durante estimulação eletrofísica das células nervosas dos parasitas (in vitro)4
Fisiológico
(sem substância ativa)
Fisiológico
Com imidacloprida (100 nM ) Com imidacloprida 58 sps*
Com umetrina ( 50 nM ) Com umetrina 5 sps*
Com imidacloprida ( 100 nM )
e umetrina ( 50 nM )
Com umetrina

* picos por segundo

Há um sinergismo
na combinação de
imidacloprida e flumetrina4

Como Funciona

Como funciona o mecanismo patenteado de liberação controlada

Depósito de substâncias ativas
Depósito de substâncias ativas
  • A matriz inovadora do polímero armazena as substâncias ativas
    na coleira
  • A coleira não libera as substâncias até ser colocada
Aplicação inicial
Aplicação inicial
  • As moléculas das substâncias ativas migram para formar uma microcamada na superfície da coleira
Distribuição dos componentes da coleira
Distribuição dos componentes da coleira
  • As substâncias ativas são transferidas da coleira para a camada lipídica da pele e do pelo
  • Óleos neutros incorporados na coleira ajudam a difusão e a dispersão das substâncias por toda a camada lipídica
Liberação contínua
Liberação contínua
  • As substâncias ativas continuam migrando da matriz para a camada lipídica da pele sempre que necessário
  • Uma eficiente proteção acaricida/inseticida é mantida até 8 meses, com baixas doses, eficazes e de forma constante

Resistência a água

Resistente à água:
garantindo uma proteção contínua

Seresto® é resistente à água porque:

  • A matriz inovadora de polímero armazena as substâncias ativas dentro da coleira
  • Os componentes da coleira difundem-se por toda a camada lipídica da pele, o que impede que estes sejam removidos pela água
  • Mesmo que a camada lipídica seja removida quando o cão é banhado, esta é rapidamente renovada pela pele e os ativos rapidamente redistribuidos
  • A imersão na água não reduz significativamente o período de até 8 meses de eficácia contra carrapatos
  • Na proteção contra pulgas, a imersão excessiva pode acelerar a depleção do reservatório de imidacloprida, levando a uma diminuição gradual da eficácia a partir do 5º mês15
Resistência a água

Ectoparasitas

Seresto® oferece proteção contínua por até 8 meses contra ectoparasitas

Tabela de eficácia contra Pulgas em Cães Tabela de eficácia contra Carrapatos em Cães

Eficaz contra larvas, ninfas e carrapatos adultos
*Impede a alimentação

Tabela de eficácia contra Pulgas em Gatos Tabela de eficácia contra Pulgas em Gatos

Eficaz contra larvas, ninfas e carrapatos adultos
*Impede a alimentação

Eficaz contra piolhos (Trichodectes canis) em cães
Seresto® reduz o risco das doenças transmitidas por vetores, incluindo babesiose (Babesia canis), borreliose (Borrelia burgdorferi),anaplasmose (Anaplasma phagocytophilum e Anaplasma platys),dipilidiose (Dipylidium caninum) e leishmaniose (Leishmania infantum).

Seresto® oferece proteção eficaz contra pulgas e carrapatos em cães

Gráfico de eficácia contra Pulgas e Carrapatos em Cães

A eficácia de Seresto® contra infestações por pulgas e carrapatos em cães foi avaliada em estudos clínicos realizados na Alemanha, Irlanda, EUA e África do Sul. Os grupos foram divididos entre cães tratados (45) com Seresto® e cães não tratados (45) por um período de observação de até 8 meses. Após repetidas infestações artificiais, o número de pulgas (C.felis) e carrapatos (I.ricinis, R.sanguineus) presentes nos animais foram comparados em 24 e 48 horas respectivamente.5

Até 8 meses de proteção eficaz contra pulgas e carrapatos em gatos

Gráfico de eficácia contra Pulgas e Carrapatos em Gatos

A eficácia de Seresto® contra infestações por pulgas e carrapatos em gatos foi avaliada em estudos clínicos realizados na Alemanha, EUA e África do Sul. Os grupos foram divididos entre gatos tratados (38) com Seresto® e gatos não tratados (38) por um período de observação de até 8 meses. Após repetidas infestações artificiais, o número de pulgas (C.felis) e carrapatos (I.ricinis) presentes nos animais foram comparados em 24 e 48 horas respectivamente.6

Duração

Seresto® oferece excelente proteção contra pulgas por até 8 meses

Gráfico de eficácia contra Pulgas

Em um estudo comparativo, os cães foram divididos em 4 grupos. O Grupo 1 não recebeu tratamento (grupo controle), o Grupo 2 foi tratado com Seresto® no dia 0, o Grupo 3 com a coleira de deltametrina no dia 0 e o Grupo 4 com Fipronil + Metopreno no dia +161. A eficácia foi mensurada comparando o número de pulgas encontradas 24 horas após repetidas infestações artificiais (100 pulgas) em cada cão de ambos os grupos.7

Seresto® proporciona proteção contínua contra carrapatos por 8 meses

Gráfico de eficácia contra Carrapatos

Em um estudo comparativo, os cães foram divididos em 4 grupos. O Grupo 1 não recebeu tratamento (grupo controle), o Grupo 2 foi tratado com Seresto® no dia 0, o Grupo 3 com a coleira de deltametrina no dia 0 e o Grupo 4 com Fipronil + Metopreno no dia +161. A eficácia foi mensurada comparando o número de carrapatos encontradas 24 horas após repetidas infestações artificiais (50 carrapatos) em cada cão de ambos os grupos.7

Doença transmitida por Vetores

Seresto® reduz risco de transmissão de VBD
(Doenças Transmitidas por Vetores) em cães e gatos

  • As VBDs são causadas por patógenos transmitidos por vetores
  • Doenças como erliquiose, borreliose, babesiose, anaplasmose e leishmaniose podem colocar em risco a vida dos animais de estimação caso não sejam tratadas
  • Estas doenças também podem ser transmitidas aos humanos, em alguns casos, causando graves problemas de saúde
  • O efeito anti-feeding, que impede a alimentação, e a velocidade na eliminação, são importantes, uma vez que essas doenças podem ser transmitidas rapidamente

Seresto® reduz o risco das doenças transmitidas por vetores, incluindo babesiose (Babesia canis), borreliose (Borrelia burgdorferi), anaplasmose ( Anaplasma phagocytophilum e Anaplasma platys), dipilidiose (Dipylidium caninum) e leishmaniose (Leishmania infantum)

Estudos demonstram a eficácia da Seresto na prevenção das doenças transmitidas


* A coleira foi substituída após o 8° mês ou nos casos em que os cães perderam a coleira

Leishmaniose

Estudos confirmam a eficácia da Seresto® na prevenção da Leishmaniose canina

Eficácia da Seresto® na prevenção da Leishmaniose canina em uma área hiperendêmica12

Otranto Detal. Prevention of Canine Leishmaniosis in aHyper - Endemic Area Using a Combination of 10% Imidacloprid / 4.5% Flumethrin. PLOSONE. 8,2013,8(2):e56374.

Eficácia da Seresto® na prevenção da Leishmaniose canina em uma área hiperendêmica *A coleira foi substituída após o 8° mês ou nos casos de perda
**O cálculo da porcentagem de cães infectados foi baseado na média da densidade de incidência.

Amostras seriadas de sangue, pele, medula óssea e conjuntiva foram coletadas para detectar a enfermidade.
Testes sorológicos, citológicos e testes moleculares foram realizados para avaliar a presença da Leishmania infantum.

O uso da coleira confere uma proteção de longa duração contra infecções por L.infantum em cães localizados em uma área hiperendêmica, o que representa uma estratégia confiável e sustentável para a diminuição da frequência e disseminação da doença entre a população canina, resultando também em redução dos riscos associados para a saúde humana.

Eficácia da Seresto® na prevenção da Leishmaniose canina13

BriantiEetal. Efficacy ofaslow-release imidacloprid(10%) / flumethrin(4.5%) collar for the prevent ion of canine leishmaniosis. Parasites & Vectors. 2014,7:327.

Eficácia da Seresto® na prevenção da Leishmaniose canina *A coleira foi substituída após o 8° mês ou nos casos de perda
**O cálculo da porcentagem de cães infectados foi baseado na média da densidade de incidência.

Amostras seriadas de sangue, pele e medula óssea foram coletadas para detectar a enfermidade com os seguintes exames complementares: IATF, PCR e citologia.

Seresto® é segura e eficaz na prevenção da infecção por L.infantum em uma grande população
de cães em uma área hiperendêmica. O uso regular da coleira representa uma estratégia
confiável para a prevenção da leishmaniose

em cães que vivem ou viajem para uma
área endêmica.

Como usar

A colocação correta de Seresto® é importante

Muitos cães e gatos regularmente usam coleiras, por isso a maioria dos donos sabem colocá-las.

No entanto, é importante que os veterinários orientem sobre a colocação de Seresto®.


A colocação da Seresto®

  1. Antes da utilização, retirar a coleira da embalagem plástica
  2. Desenrolar a coleira e remover quaisquer vestígios dos conectores de
    plástico presos à coleira, uma vez que podem causar irritação por fricção
  3. Ajustar a coleira em volta do pescoço sem apertar demais (como orientação, deve-se deixar uma folga suficiente de modo que caibam 2 dedos entre o pescoço e a coleira)
  4. Puxar a coleira pelas presilhas e cortar o excesso de comprimento deixando
    2 cm depois da presilha

Verificar periodicamente e ajustar se necessário, principalmente quando os cães e gatos estiverem em fase de crescimento.

A colocação correta de Seresto®
aumenta o conforto, a eficácia e a
distribuição das substâncias ativas

Vídeos

Coleira Seresto® - O antiparasitário ideal para animais alérgicos – Manejo dos Animais Alérgicos

Animais podem apresentar alergia a diversos fatores e os sintomas mais comuns apresentados por cães e gatos alérgicos são lesões de pele e coceira. Dentre as causas de alergia, a de maior ocorrência é a alergia à picada de pulgas, carrapatos e mosquitos. É muito importante conhecer mais sobre a doença para realizar o manejo adequado desses animais. Contamos com a participação do dermatologista veterinário prof. Dr. Ronaldo Lucas para compartilhar sua experiência em um estudo com a coleira Seresto® em animais com DAPE - "dermatite alérgica à picada de ectoparasitas".

Coleira Seresto® - Até 8 meses de prevenção contra leishmaniose

A leishmaniose é uma doença grave, responsável pela morte de muitos animais todos os anos. Além disso, também pode ser transmitida aos seres humanos pela picada do mosquito infectado pelo protozoário causador da doença. A coleira Seresto® atua na prevenção da doença de forma eficaz e segura. A prevenção é sempre a melhor solução e com a coleira Seresto® cães e gatos ficam protegidos dessa ameaça.

Coleira Seresto® - Eficácia e segurança para animais com dermatites alérgicas

Alguns animais possuem alergia a picada de pulgas, carrapatos e mosquitos, essa doença é conhecida como DAPE - “dermatite alérgica à picada de ectoparasitas” - e é muito comum nos dias de hoje, tanto em cães como em gatos. A coleira Seresto® é especialmente indicada para esses animais pois como são sensíveis a saliva dos parasitas, a coleira Seresto® os elimina sem que haja necessidade da picada, pois seus princípios ativos não entram na corrente sanguínea do animal, ficando distribuída na pele, pelos e camada lipídica.

Coleira Seresto® - A grande aliada dos gatos contra pulgas, carrapatos e leishmaniose

Gatos são animais de hábitos muito peculiares e por esse motivo merecem um produto especial. A coleira Seresto® pode ser colocada em gatinhos a partir de 10 semanas de vida, não tem cheiro, é resistente a água, é o único produto no mundo indicado para prevenção de leishmaniose em felinos e ainda conta com um sistema de segurança desenvolvido especialmente para os bichanos.

Coleira Seresto® - Dicas com a consultora de gatos Cecy Passos

Conheça mais sobre os benefícios do uso da coleira Seresto® em gatos com a consultora Cecy Passos. A coleira Seresto® pode ser colocada em gatinhos a partir de 10 semanas de vida, não tem cheiro, é resistente a água, não solta pó e é o único produto no mundo indicado para prevenção de leishmaniose em felinos contando ainda com um sistema de segurança desenvolvido especialmente para os bichanos.

Aplicação da coleira em Cães

como aplicar Seresto em seu cão.

Modo de ação da coleira

Conheça mais detalhes de Seresto e saiba como ele protege cães e gatos contra carrapatos e pulgas e reduz o risco das Doenças Transmitidas por Vetores, inclusive a Leishmaniose, por até 8 meses.

Depoimentos de Veterinários

Veja a opinião de alguns veterinários que já indicaram e usaram Seresto®.

Depoimentos de Consumidores

Veja a opinião de alguns consumidores que já usaram Seresto®.

Mecanismos de segurança

Alguns donos de animais podem preocupar-se com o uso da coleira em razão de potenciais riscos de estrangulamento, especialmente em gatos. Conheça os mecanismos de liberação de segurança presentes na coleira Seresto®.

Eficácia da coleira contra Pulgas

Seresto® oferece proteção contínua por até 8 meses: age por contato, eliminando as pulgas reinfestantes em até 2 horas.

Eficácia da coleira contra Carrapatos

Seresto® oferece proteção contínua por até 8 meses: age por contato eliminando os carrapatos reinfestantes em até 6 horas.

Bibliografia

  • 1. Skopos: Pesquisa online com 1500 proprietários de cães >18 anos na França, Alemanha, Itália, Espanha e Online survey with 1500 pet owners >18 years in France, Germany, Italy, Spain and UK, September 2011.

  • 2. Ipsos: Current and future needs study, Qualitative study with 11 veterinarians (Australia, Germany, Italy, UK, USA), 8 vet technicians (Australia, Germany, UK, USA) and 28 pet owners (Australia, Germany, Italy, UK, USA), February 2011.

  • 3. Bayer Saúde Animal. Data on file.

  • 4.Stanneck D et al. The synergistic action of Imidacloprid and Flumethrin and their release kinetics from collars applied for ectoparasite control in dogs and cats. Parasites & Vectors, 2012, 5:73

    Abstract http://www.parasitesandvectors.com/content/5/1/73

  • 5. Stanneck D et al. Efficacy of an Imidacloprid/Flumethrin collar against fleas, ticks, mites and lice on dogs. Parasites & Vectors, 2012, 5:102.

    Abstract http://www.parasitesandvectors.com/content/5/1/102

  • 6. Stanneck D et al. Efficacy of an Imidacloprid/ Flumethrin collar against fleas and ticks on cats. Parasites & Vectors, 2012, 5:82.

    Abstract http://www.parasitesandvectors.com/content/5/1/82

  • 7. Horak IG et al. Efficacy of slow-release collar formulations of Imidacloprid/Flumethrin and deltametrhin and of spot-on formulations of fipronil/ (s)-methoprene, dinotefuran/pyriproxifen/permethrin and (s)-methoprene/amitraz/fipronil against Rhipicephalus sanguineus and Ctenocephalides felis felison dogs. Parasites & Vectors, 2012, 5:79.

    Abstract http://www.parasitesandvectors.com/content/5/1/79

  • 8. Fourie JJ, et al. Prophylactic treatment of flea-infested cats with an Imidacloprid/Flumethrin collar to forestall infection with Dipylidium caninum. Parasites & Vectors. 2012, 5:15.

    Abstract http://www.parasitesandvectors.com/content/5/1/151

  • 9. Stanneck D, et al. Imidacloprid 10 % / Flumethrin 4.5 % Collars (Seresto®) Successfully Prevent Long-Term Transmission of Ehrlichia canis by Infected Rhipicephalus sanguineusTicks to Dogs. Parasitol Res. 2013, 112: S21–S32.

    Abstract http://rd.springer.com/article/10.1007/s00436-013-3278-6

  • 10. Fourie JJ et al.Prophylactic Treatment of Flea-Infested Dogs with an Imidacloprid / Flumethrin Collar (Seresto®) to Preempt Infection with Dipylidium caninum. Parasitol Res. 112, 2013, S33–S46.

    Abstract http://rd.springer.com/article/10.1007/s00436-013-3279-5

  • 11. Dantas-Torres F, et al. Efficacy of an imidacloprid/flumethrin collar against fleas, ticks and tick-borne pathogens in dogs. 2013, 6(1):245.

    Abstract http://www.parasitesandvectors.com/content/6/1/245

  • 12. Otranto D et al. Prevention of Canine Leishmaniosis in a Hyper-Endemic Area Using a Combination of 10% Imidacloprid/4.5 % Flumethrin. PLoS ONE. 8, 2013, 8(2):e56374.

    Abstract http://www.plosone.org/article/info%3Adoi%2F10.1371%2Fjournal.pone.0056374

  • 13. Brianti E et al. Efficacy of a slow-release imidacloprid (10%)/flumethrin (4.5%) collar for the prevention of canine leishmaniosis. Parasites & Vectors. 2014, 7:327.

    Abstract http://www.parasitesandvectors.com/content/7/1/327

  • 14. Krãmer et al., Seresto-ein neus Polymermatrix-Halsband. Enke Verlag/kleintier.konkret,2013; S1:16-20.
  • 15. Stanneck D., et al. Efficacy of an imidacloprid/flumethrin collar against fleas, ticks, mites and lice on dogs. Parasites & Vectors. 1012, 5:102.

    Abstract http://www.parasitesandvectors.com/content/5/1/102

Leitura adicional

  • Stanneck D et al. Evaluation of the long-term efficacy and safety of an Imidacloprid 10%/Flumethrin 4.5% polymer matrix collar (Seresto®) in dogs and cats naturally infested with fleas and/or ticks in multicenter clinical field studies in Europe. Parasites & Vectors, 2012, 5:66

    Abstract http://www.parasitesandvectors.com/content/5/1/66

  • Warwick MS et al. Long-term efficacy of an Imidacloprid 10 % /Flumethrin 4.5 % polymer matrix collar (Seresto®, Bayer) against the Australian paralysis tick (Ixodes holocyclus) in dogs. Parasitol Res, 2013, 112:S1-S10

    Abstract http://rd.springer.com/article/10.1007/s00436-013-3276-8

  • Brianti E et al. Efficacy of combination of 10% imidacloprid and 4.5% Flumethrin (Seresto®) in slow release collars to control ticks and fleas in highly infested dog communities. Parasites & Vectors, 2013, 6:210

    Abstract http://www.parasitesandvectors.com/content/6/1/210

  • Lappin MR et al. A flea and tick collar containing 10% Imidacloprid and 4.5% Flumethrin prevents flea transmission of Bartonella henselae in cats. Parasites & Vectors, 2013, 6:26

    Abstract http://www.parasitesandvectors.com/content/6/1/26/abstract

  • Fourie JJ et al. Prevention of transmission of Babesia canis by Dermacentor reticulatus ticks to dogs treated with an Imidacloprid/Flumethrin collar. Veterinary Parasitology, 2012, 192, 1-3, 273

    Abstract http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S030440171200564X

  • Reichard MV et al. Efficacy of an Imidacloprid 10 % / Flumethrin 4.5 % Collar (Seresto®, Bayer) for Preventing the Transmission of Cytauxzoon felis to Domestic Cats by Amblyomma americanum. Parasitol Res, 2013, 112:S11–S20

    Abstract http://rd.springer.com/article/10.1007/s00436-013-3277-7

  • Stanneck D. Seresto - advance standards of flea and tick control in cats. 2012 ISFM European feline Congress Proceedings, p23

    Download

  • Witchey-Lakshmanan LC. Long-acting control of ectoparasites: a review of collar technologies for companion animals. Advanced Drug Delivery Reviews 38 (1999) 113–122

    Download


Última Atualização: 2016

Bookmark this page

Copyright © Bayer AG

Este site é exclusivo para Profissionais de saúde